Equipe Multidisciplinar é tendência para a área de saúde

06/11/2013 13h23 | Atualizado em: 06/11/2013 13h30

A Prata da Casa do mês de novembro aconteceu nesta terça-feira (05) na sede da Associação Brasileira de Odontologia seção Tocantins (ABO-TO). A palestra teve como tema “Novas Tendências da Patologia Oral e sua associação com a equipe multidisciplinar”, ministrada pela Doutora em Patologia Oral Ana Cláudia Garcia Rosa. A multidisciplinaridade defendida é o trabalho em conjunto de várias áreas da saúde: fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia, cirurgiões gerais entre outros e já é bastante explorado em assistência auxiliar ao idoso.

A Dra. Ana Cláudia afirmou que investir na multidisciplinaridade é a tendência não só para laboratórios que lidam com patologia, mas também para hospitais e clínicas. “Devemos olhar o paciente como um todo, não só a cavidade oral. Dar uma assistência geral da saúde. Várias manifestações de doenças sistêmicas começam pela boca e assim o cirurgião-dentista pode entrar na parte de diagnóstico inicial”, disse. “Para diminuir um risco de pneumonia associada à ventilação num paciente internado na UTI, por exemplo, você faz um tratamento odontológico”, explicou.

A especialidade da patologia oral foi reconhecida em 2005 pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), em 2008 pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e agora a capacidade de um cirurgião dentista poder laudar lesões relacionadas à boca foi reconhecida pelo Ato Médico e com esse crescimento foi-se incorporando novas tecnologias aos métodos de diagnósticos. “Técnicas que antes eram restritas ou exclusivas de algumas áreas da saúde, agora são utilizadas na patologia e estomatologia, como é o caso da crioterapia, aplicação do frio para tratamento de lesões orais”, afirmou Ana Cláudia.

“Essa ainda é uma especialidade muito restrita, com poucos profissionais no mercado de trabalho. No Tocantins só tem três patologistas registrados no CFO. Mas a necessidade de tal especialidade tem sido crescente em nossa área, visto que em outubro foi aprovado o projeto de lei no senado”. O Projeto de Lei citado pela doutora é o 2776/08 que exige a presença de um cirurgião-dentista na UTI e foi aprovado no dia 02 do ultimo mês.

Sobre a necessidade de um cirurgião-dentista se manter atualizado, a Dra. Ana Cláudia finalizou: “A saúde está em constante mudança e a atualização é necessária para que você possa sempre oferecer o melhor ao seu paciente”.

A Prata da Casa acontece toda terça-feira do mês e é ofertado pela ABO-TO gratuitamente aos seus associados e ao público externo.


Comentar

  • Nome: *
  • E-mail: *
  • Website/blog: (ex: http://www.seublog.com.br)
  • Mensagem: *
  •  

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado.